Conheça o Mato Grosso do Sul e suas belezas!

Mato Grosso do Sul completa em 2017 40 anos de criação.

O estado nasceu a partir da divisão com Mato Grosso, no dia 11 de outubro de 1977 e é marcado por belezas naturais aliadas ao desenvolvimento agropecuário.

Em 2018, será uma das sedes da 62ª CONCAFRAS-PSE.Estado de fronteira seca com dois países da América do Sul, Paraguai e Bolívia, MS faz divisa ainda com outros cinco estados brasileiros: Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Goiás e  Mato Grosso.

Com 2,6 milhões de habitantes, MS é conhecido mundialmente por destinos turísticos como Bonito e pela Reserva da Biosfera reconhecida pela UNESCO: o PANTANAL – uma das mais exuberantes e diversificadas reservas naturais da Terra.Com 65% do seu território em Mato Grosso do Sul, o Pantanal é uma das maiores planícies de sedimentação e a maior planície inundável do mundo, com aproximadamente 140 mil km².

Outra marca do estado é a gastronomia: uma grande variedade de peixes aparece na culinária local, mas outras influências como o churrasco com mandioca e comidas japonesas também são fortes na região. A bebida mais característica é o “Tereré” (espécie de chimarrão ou mate gelado).
Da fronteira, quem visita MS encontra influências na chipa, saltenha e sopa paraguaia (prato parecido com uma torta).Já no artesanato, a arte indígena é o destaque, especialmente a cerâmica terena, com sua simplicidade e beleza que encantam a quem vê.

Ficou curioso?

Então confira algumas sugestões que a relacionamos para você.

Nossa dica é que os participantes da 62ª CONCAFRAS-PSE que tiverem interesse em conhecer melhor a região venham uns dias antes ou estendam sua permanência pós-evento.A organização da Concafras deseja uma estada de muito conhecimento, aprendizados e boas surpresas!

Confira!

 

Aventuras, cachoeiras e lindas paisagens no interior de Mato Grosso do Sul

 

Corumbá
  • Passeio sugerido: Estrada Parque Pantanal – também conhecida como Estrada da Integração, Estrada Boiadeira ou Estrada da Manga 

    Breve resumo – A Estrada faz parte do município de Corumbá e é composta pelas rodovias MS-228 e MS-184, ligando a cidade de Corumbá ao entroncamento na BR-262 – Buraco das Piranhas. Uma oportunidade econômica e prática de conhecer uma das mais belas regiões do Pantanal Sul, contemplando animais silvestres, fauna e flora da região. São aproximadamente 120 Km e mais de 70 pontes de madeira, que inclui transposição de balsa do Rio Paraguai. Ao longo do percurso encontram-se muitos hotéis-pousadas, pesqueiros e restaurantes, conhecidos por passeios ecológicos e comida caseira. 

    Como chegar: Pode chegar até o local de carro de passeio ou ônibus regular de linha de turismo, saindo de Corumbá, Bonito ou Campo Grande. Saindo de CG: Pela BR 262 em direção à Corumbá, passa a entrada das cidades de Aquidauana, Anastácio e Miranda e chega-se no trevo denominado Buraco das Piranhas (BR-262, Km 646), onde há um base militar ambiental. Em seguida é só entrar à direita, na estrada de terra e aproveitar a natureza! Importante verificar na época do passeio se é possível fazer de carro, pois há períodos em que a estrada fica impossibilitada de acesso por motivos de cheias ou imprevistos da natureza.

 
Rio Verde
  • Passeio sugerido: Balneário Quedas D-Água 

    Breve resumo – O local oferece banhos em águas cristalinas, atividades ecológicas como acqua-rider e rapel e possui ainda deck panorâmico, área de camping, chalés e apartamentos para hospedagem.

    Como chegar: É possível à Rio Verde ir de ônibus ou carro. São quase 3 horas de Campo Grande, há aproximadamente 194 Km percorridos pela BR-163.  O Balneário fica há 7 Km do centro urbano de Rio Verde, na rodovia estadual MS-427. 

    Nessa região, vale conhecer também o Balneário e Pousada Sete Quedas – localizado também na MS-427, segunda entrada. Há diversos outros balneários e fazendas próximas à região, com opções de passeio e day uses.

 
Bodoquena
  • Passeio sugerido: Boca da Onça 

    Breve resumo – É a cachoeira mais alta de MS, com 156 metros de altitude. Para chegar até ela, o visitante pode tomar banho de rio e passar por trilhas e outras cachoeiras, além de desfrutar da água límpida do local. A chegada ao topo acontece após uma escadaria de 800 degraus e para os mais aventureiros há uma descida em rapel de 90 metros de altura. 

    Como chegar: Fica na Serra da Bodoquena, há 300 Km de Campo Grande e 55 de Bonito. O acesso se dá pela rodovia MS-178.

 
Jardim
  • Passeio sugerido: Buraco das ArarasBreve resumo – Um passeio contemplativo onde é possível percorrer uma trilha ao redor de uma colina até chegar ao buraco que tem 124 metros de profundidade e 160 metros de diâmetro, com um grande lago de água esverdeada, rodeada de mata e presença de alguns alguns répteis, mamíferos e muitas araras-vermelhas.

    Como chegar: Localizada no município de Jardim (BR 267) cerca de 53 Km de Bonito sentido Porto Murtinho e 5 Km  do passeio Recanto Ecológico Rio da Prata.

 

Bonito

Cidade famosa pela beleza de seus rios de transparentes, grutas e cavernas, flora e fauna exuberantes.


O município conta com mais de 40 atrativos e muitas atividades que incluem aventura, banhos em águas cristalinas, além de experiências diferenciadas como arvorismo, boias cross, cavalgadas, flutuações e mergulhos.
 
  • Sugestão de passeio: Gruta do Lago AzulBreve resumo – Cenário conhecido mundialmente, a Gruta do Lago Azul tem um lago com água cristalina, que devido à refração da luz se torna azul. Ela tem cerca de 60 milhões de anos e permite visitações em horários específicos, em grupos de máximo 15 pessoas, que percorrem uma trilha de 300 metros e depois, dentro da gruta, uma escadaria de 298 degraus, que finaliza em um deck para contemplação.

    Como chegar: Fica a 300 Km de Campo Grande, 20 Km de Bonito.


Não deixe de conhecer também: Balneários da região, Abismo de Anhumas, Cachoeira do Peixe, flutuação no Rio da Prata e Projeto Jiboia.Crédito das fotos: Allan Arrais.